Sejam Bem Vindos!


A igreja de Cristo no Nacional tem como meta:
Seguir a verdade em amor ! Desta forma convidamos todos que querem conhecer Jesus,para estudar a Bíblia conosco! Ele é a expressão máxima do amor e verdade do Pai.

Rua:Quinze de Novembro,N°216
Bairro Nacional - Telefone:(31)3397-2086
Próximo à antiga garagem do ônibus NACIONAL,2290
Email: igrejadecristodonacional@gmail.com

VENHAM SERVIR A DEUS CONOSCO!

Aos Domingos:
Escola Dominical de 18:00hrs às 19:00hrs
Culto...................... de 19:00hrs às 21:00hrs

As quartas:
Grupo Rotativo de Evangelismo de 20:00hrs às 21:00hrs


As sextas:
GRUPO DE CRESCIMENTO ESPIRITUAL - Estudos Bíblicos de 20:00hrs às 21:00hrs, na congregação.

Aos sábados Grupo de Jovens de 19:00hrs às 20:00hrs

REUNIÃO DE ORAÇÃO DOS HOMENS (Ao terceiro sábado do mês):........DE 19:00hrs às 20:00hrs

REUNIÃO DE MULHERES (De 15 em 15 dias):........DE 19:00hrs às 20:00hrs

AGUARDAMOS A SUA VISITA!

segunda-feira, 9 de abril de 2012

A TUA PALAVRA É LUZ!




E, para que não me ensoberbecesse com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de que não me exalte.” II Co 12:7
Há muitas especulações sobre o espinho na carne de Paulo. Alguns pensam que ele estava perdendo sua visão. Outros dizem que ele tinha uma dificuldade de falar, ou alguma forma de paralisia. O fato é que ninguém sabe o que era! Paulo não disse, e todas as nossas especulações nos deixarão ainda sem nenhuma resposta certa. O que sabemos ao certo é que seu propósito era para fazer com que ele permanecesse humilde. Qualquer pessoa que tivesse encontrado Jesus, falado com Ele ou sido enviado pessoalmente por Ele poderia ficar orgulhoso da sua experiência incrível. Acrescente a isso o fato de Paulo ter sido guiado pelo Espírito Santo a escrever metade do Novo testamento, e é fácil ver como ele poderia ter se tornado orgulhoso e arrogante. O fato de esse espinho ser um mensageiro de Satanás é simples: Assim como Deus permitiu que Satanás atormentasse a Jó, Deus permitiu também a Paulo para que Seu propósito e Sua vontade fossem executados. É fácil compreender por que Paulo considerava esse espinho um incômodo no seu ministério e por que ele pediu continuamente a Deus que o removesse de sua vida. No entanto, ele aprendeu dessa experiência a lição que influenciou a carta aos Coríntios: O poder divino é melhor demonstrado quando no meio de fraqueza humana (2 Coríntios 4:7), para que apenas Deus receba o louvor e crédito (2 Coríntios 10:17). Ao invés de remover o problema, Deus o deu graça e força dentro da situação e através da mesma, e foi Ele quem declarou que sua graça é “suficiente”.
Duas coisas importantes que aprendemos nessa passagem:
1° - Deus pode dizer não. Promessas tais como João 15:7 ("Pedireis o que quiserdes, e vos será feito") são freqüentemente mal entendidas. Muitas pessoas acreditam e pregam que Deus dará tudo que pedimos. Mas outras passagens nos recordam que as orações precisam ser de acordo com a vontade de Deus, não com a nossa (1 João 5:14; Tiago 4:3). O caso de Paulo mostra claramente que Deus pode dizer não ao pedido de um discípulo fiel. Quando não recebemos o que pedimos, isso não é necessariamente evidência de falta de fé. Pode simplesmente sugerir que Deus, em sua infinita sabedoria, decidiu que era melhor não conceder o pedido.
2° - O povo de Deus também pode sofrer. A doutrina popular de que os justos são sempre abençoados e protegidos do sofrimento nesta vida é absurda e falsa. Paulo era dedicado como qualquer cristão e sofreu mais do que a maioria. Jesus nunca pecou, mas sofreu terrivelmente. Os pregadores de hoje que declaram que o sofrimento prova uma falta de fé estão condenando alguns dos maiores homens que viveram na terra: Jó, Paulo e até mesmo o Filho de Deus!  
  QUE DEUS ABENÇOE A TODOS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário